Atletas do Instituto Mara Gabrilli garantem lugar no pódio na primeira etapa da Copa Brasil de Paraciclismo

7 de junho de 2017 | 14:52

Mauro 2

Durante os dias 3 e 4 de junho, no Velódromo Municipal de Indaiatuba, interior de São Paulo, aconteceu a 1ª Etapa da Copa Brasil de Paraciclismo de Estrada e Contra Relógio, realizada pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Federação Paulista de Ciclismo (FPC).

A competição é um dos principais eventos do calendário nacional da modalidade, já que conta pontos para o ranking nacional. Os atletas do Instituto Mara Gabrilli estavam presentes nesta etapa e garantiram medalhas e vagas para a próxima fase, que ocorrerá entre os dias 18 a 20 de agosto em Goiânia.

Este ano, 71 atletas de seis estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul) se inscreveram em 13 categorias, nas quatro modalidades da competição: ciclismo (onde disputam atletas nas categorias C1, C2, C3, C4 e C5) Handbike (H1, H2, H3, H4 e H5), Tandem Bike e Tricycle (T1 e T2).

Mauro Nohara, que está no IMG há menos de um ano, disputou na modalidade Handbike, na categoria H1, e foi o grande destaque da equipe. Ele conquistou o primeiro lugar nas provas contra o relógio e de estrada – ambas com percurso de 3,5 Km. “Foi um campeonato muito bom, um circuito bem técnico, difícil e com nível de disputa internacional. Fiquei muito satisfeito com meus resultados”, conta.

Jessica

Disputando também na Handbike, Jéssica Moreira, campeã paulista de handbike na categoria H3, garantiu o segundo lugar na competição nas provas contra o relógio e de estrada. Atleta do IMG desde meados do ano passado, Jéssica ocupa a sexta colocação na Copa do Mundo de paraciclicismo. “Adorei o percurso desafiador, com subidas e curvas dignas de um campeonato internacional, fiquei na segunda colocação e fiquei bem feliz com o resultado, afinal minhas adversárias eram excelentes. Agora é alinhar os treinos para percursos mais íngremes e melhorar cada dia mais”, disse.

O handbike é praticado por atletas que não têm os movimentos nos membros inferiores (paraplégicos e tetraplégicos), e impulsionam as bicicletas adaptadas (handbike) com os braços. O equipamento tem o mesmo princípio de uma bicicleta comum, considerando algumas características próprias: três rodas para manter o aparelho estável no chão quando não está em movimento, freio de mão na roda dianteira e para-choque para proteger de uma batida entre duas handbikes em uma corrida, evitando acidentes.

Lipe 4

Ainda na disputa de handbike, Filipe Magela, estreante na Copa Brasil, conseguiu chegar em quinto lugar na prova contra o relógio, mas não completou a prova de estrada. “Foi minha primeira prova no paraciclismo da Copa Brasil e eu aprendi muito nesse fim de semana. Pude observar onde estão minhas fraquezas e onde preciso melhorar. No primeiro dia de disputa, senti que o pódio passou bem perto, mas no domingo senti um pouco mais de dificuldades”, revelou.

Paraciclismo

Nova integrante do Projeto Próximo Passo, Maria Pinheiro garantiu o segundo lugar na modalidade Tandem Bike nas provas contra o relógio e de estrada. Ela pedalou com sua piloto, Priscila Santos. As bicicletas (Tandem Bike) são de dois lugares e o ciclista da frente, ou piloto, enxerga normalmente. Originalmente, o equipamento era construído soldando os quadros de duas bicicletas. Atualmente, são construídos tandens para as competições de estrada e montanha.

Sobre o projeto Próximo Passo

O Projeto Próximo Passo tem como proposta estimular atletas esportivos de alto rendimento e oferecer estrutura e suporte técnico para os treinamentos. Para conseguir viabilizar esse projeto, é necessário o apoio de pessoas que acreditam que o esporte é um forte instrumento inclusivo. A equipe esportiva do Instituto já conquistou diversas medalhas com participação em importantes campeonatos nacionais e internacionais, além de contribuir com a participação de atletas na Seleção Brasileira. O projeto apoia atualmente 20 atletas, divididos nas modalidades de natação, paraciclismo, remo, jiu jitsu, paratriathlon, tiro esportivo e corrida de rua.

Patrocinadores do Projeto Próximo Passo:
– Toyota
– SESVESP

Parceiros:
– LATAM
– Bodytech
– ASID
– Instituto Sorrir para Vida