Acessibilidade Cultural

Guia de Acessibilidade Cultural

Produção de Guia com informações sobre a acessibilidade dos equipamentos culturais da cidade de São Paulo avaliados pela equipe do projeto. O Guia impresso será distribuído para Secretarias Estaduais ligadas a Cultura, Educação, Turismo, instituições e órgãos do governo ligados a temática da deficiência, sempre acompanhado com um audiolivro.

O Guia está disponível na internet, no endereço http://acessibilidadecultural.com.br, que atende a requisitos de acessibilidade, onde também se pode fazer pesquisa filtrada por tipo de equipamento, região da cidade ou palavra-chave.

Durante a pesquisa foram avaliados os seguintes itens:

  • Acessibilidade física
  • Acesso a informações
  • Acesso ao conteúdo e mediação
  • Propostas inclusivas

OBJETIVOS

Oferecer um serviço de informação para a população de São Paulo e para os turistas com deficiência que queiram consumir cultura.
Avaliar as condições de acessibilidade dos equipamentos culturais.
Sensibilizar a sociedade sobre a importância da acessibilidade.
Reconhecer as iniciativas positivas como exemplo de boas práticas.

Locais avaliados (aproximadamente 320)
Bibliotecas |  Museus | Cinemas | Casas de espetáculos | Teatros | Centros Culturais


CLIPPING

Matérias e noticias sobre o Guia de Acessibilidade Cultural veiculadas em jornais, revistas, sites e outros meios de comunicação.

Clique aqui e faça o download do clipping do Guia de Acessibilidade Cultural


EQUIPE

Viviane Sarraf: Fundadora da empresa Museus Acessíveis e atua na FDNC.
Graduada em Educação Artística – FAAP, especialização em Museologia – MAE-USP, mestre em Ciência da Informação USP e doutoranda em Semiótica – PUC-SP.

Silvana Cambiaghi: Arquiteta, mestre em Desenho Universal FAU-USP. Presidente da CPA de São Paulo. Docente dos cursos de Acessibilidade– FAU-USP e SENAC.

Cláudia Cotes: Fonoaudióloga, doutora em linguística. Presidente da ONG Vez da Voz. Criou o Telelibras, o primeiro telejornal inclusivo do país.

Arthur Calasans: Fotógrafo premiado pela OMS e CVI – RJ. Participou de exposições coletivas como o Arte Inclui, promovida pela Prefeitura de São Paulo. Trabalhou nos portais IG e Universia Brasil, e no Instituto Paradigma.

Patrícia Zuvia: Formada em administração, atua na gestão de projetos sociais no terceiro setor e no setor público há mais de 10 anos.


Projeto aprovado na Lei Rouanet (art. 18), realizado com o patrocínio da SABESP e o apoio do Governo de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura.